fbpx

O papel da educação a distância em tempos de crise

A pandemia causada pelo Covid-19 impôs uma gigantes gama de desafios e problemas para pais, alunos e professores. São questões de perspectiva econômica e social, mas também pessoal. Todos os dias somos forçados a nos reinventarmos para atingirmos nossos objetivos e garantirmos uma educação de qualidade. Neste artigo você vai entender o papel da educação a distância em tempos de crise, e como ela pode auxiliar nesse cenário. Acompanhe.

O papel da educação a distância em tempos de crise

  1. O cenário atual do Brasil e a educação
  2. A importância de seis aspectos
  3. Para assegurar bons caminhos
  4. Algumas perguntas a serem destacadas sobre a EAD
  5. A importância da EAD de qualidade
  6. Os principais aspectos da EAD contra as crises brasileiras
  7. A EAD como uma esperança para o Brasil

O Brasil é um país, no entanto, extremamente desigual, o que faz com que as cosias sejam ainda mais difíceis. Pelo menos, 52,5 milhões de pessoas ainda vive com menos de R$ 420,00 por mês. Nestes tempos de isolamento social, as coisas ainda pioram, pois as atividades econômicas diminuem enquanto o desemprego aumenta. É nesse cenário que a educação a distância em tempos de crise deve atuar.

Enquanto atividade conhecida majoritariamente como presencial, a educação se encontra em um momento de muita tensão. Em todos os lugares, surgem soluções para o trabalho educacional a distância. No entanto, a realidade é que instituições educacionais e professores se depararam apenas nesse momento com as tecnologias da educação a distância em tempos de crise.

Além das dificuldades de reorganizar o ano escolar e das imprevisibilidades em relação à duração e aos efeitos do isolamento social, a educação precisa lidar ainda com o despreparo tecnológico dos educadores e das instituições.

Por isso, o Centro de Profissionalização e Educação Técnica (CPET) elaborou esse texto a fim de refletirmos sobre o papel da educação a distância em tempos de crise. Desse modo, podemos nos preparar sempre mais para evitar que a educação se torne refém de uma ou de outra metodologia de ensino.

O cenário atual do Brasil e a educação

Diante de tantas indefinições, algumas providências são consumadas no sentido de garantir alguns, ainda que de modo insuficiente, alguns pontos em relação à educação a distância em tempos de crise. Entre elas, estão: a Medida Provisória 934 do Governo Federal, o posicionamento do CNE e as resoluções dos Conselhos Estaduais que permitem, a partir da situação de emergência prevista na LDB, a estruturação de atividades não presenciais nos próximos meses, inclusive no Ensino Fundamental.

Obviamente, a tentativa de manter, de algum modo, os alunos nas atividades e tarefas das escolas é importante. No entanto, é de extrema importância também refletirmos sobre os objetivos que estas atividades não presenciais precisam possuir.

Antes de tudo, é essencial compreender que a indefinição sobre o alcance da pandemia de COVID-19 e seu tempo geram inseguranças em todas as pessoas. Por isso, os administradores, professores, pais e alunos estão destinando uma enorme energia para suprir essas dificuldades e demonstrar a importância da educação a distância em tempos de crise.

Além disso, de acordo com o relatório do UNICEF, quase a metade de nossos jovens (crianças e adolescentes) vivem sob múltiplas privações, inclusive em relação à tecnologia e internet.

Por último, o estudo Covid -19: Educação e Proteção de Crianças e Adolescentes, realizado pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação demonstra que, no Brasil, mais de 50% dos domicílios não possuem computador e 33% não possuem acesso à internet.

A importância de 6 aspectos sobre educação a distância em tempos de crise

A importância de 6 aspectos sobre educação a distância em tempos de crise

Nesse contexto, o Centro de Profissionalização e Educação Técnica (CPET) vem fazendo diversas reflexões sobre como é possível estruturar respostas à educação a distância em tempos de crise que o Brasil enfrenta. Podemos observar que a Educação a Distância possui reais características que podem nos ajudar a ultrapassar esse triste período. Entre eles, destacamos seis:

  • Equidade: permite o real o direito de todos e todas em aprender e acessar oportunidades educativas diversificadas, a partir da interação com múltiplas linguagens, recursos, espaços, saberes e agentes.
  • Inclusão: reconhecimento da singularidade e diversidade dos sujeitos, a partir da construção de projetos educativos pertinentes para todos e todas.
  • Sustentabilidade: compromisso com processos educativos contextualizados, sustentáveis no tempo e no espaço e que integram permanentemente o que se aprende e o que se pratica.
  • Contemporaneidade: compromisso com as demandas do século XXI, com foco na formação de sujeitos críticos, autônomos e responsáveis consigo mesmos e com o mundo.
  • Tecnologia: utilização e experimentação de recursos tecnológicos de ponta que revelam, por um lado, as praticidades e positividades atingidas pelo progresso humano e, por outro lado, a valorização da própria ciência e do conhecimento.
  • Segurança: garantia de segurança em relação ao isolamento social permitindo que os estudantes possam estudar tranquilamente em seus lares e não corram riscos em relação à pandemia de COVID-19.

Essas e outras situações apontam para a possíveis formas de enfrentar as crises brasileiras por meio da educação, demonstrando, também, que ela é uma importante aliada de nossa sociedade.

A partir dessas concepções críticas, os cursos do CPET adquirem ainda mais valor. Afinal, eles não apenas são acompanhados e legalizados pelo MEC como são, também, parte importante das possíveis soluções contrárias a tantos males que afetam nossa sociedade, como é o caso do desemprego. Para saber ainda mais sobre o nosso cenário e como a educação a distância em tempos de crise possui papel fundamental.

Naturalmente, podemos pensar, em um primeiro momento, que se as condições materiais são desafiadoras em condições “normais”, imagine em um contexto de desemprego e assolado pela pandemia.

No entanto, se compreendermos bem como a educação a distância em tempos de crise pode ser uma aliada, podemos sustentar também que, quaisquer que sejam as condições, a educação a distância é positiva.

E a experiência tem mostrado que ela não apenas aperfeiçoa nossa formação profissional, como, sobretudo, abre novos caminhos profissionais que podem nos levar a transformações desejadas em nossa sociedade.

Educação a distância em tempos de crise para assegurar bons caminhos

Para nós visualizarmos alguns dos caminhos que a educação a distância em tempos de crise nos permite em tempos de pandemia, é essencial termos a certeza de que a questão é complexa.

Por isso, precisamos levantar uma série de perguntas sobre a educação a distância em tempos de crise. É importante notarmos que, com a pandemia gerada pelo Corona vírus, o número de instituições e cursos EAD cresceram vertiginosamente.

Por um lado, isso é ótimo. Mas, por outro lado, é bastante problemático, por diversos motivos. Muitas plataformas digitais que surgiram não possuem conhecimento e experiência suficiente para garantir a qualidade de seus cursos.

Algumas não possuem, inclusive, a capacidade e estrutura técnica mínima para oferecer um ambiente de qualidade para seus alunos

Afinal, como assegurar que a educação a distância em tempos de crise pode realmente nos beneficiar neste período?

Algumas perguntas a serem destacadas sobre a educação a distância em tempos de crise

Quais devem ser os objetivos educacionais para este período de isolamento social? Levando em conta que o direito à educação a distância incide, sobretudo, no direito à aprendizagem, à autonomia e ao desenvolvimento tecnológico e profissional, como garantir bons cursos para fazermos?

Considerando que a qualidade, sustentabilidade e pertinência das plataformas digitais dependem do investimento e engajamento dos docentes e gestores, como assegurar a qualidade de conteúdo e de estratégias a fim de garantir um ensino profissionalizante e técnico diferenciado?

Qual a relevância da tecnologia e dos recursos digitais a fim de garantir bons desempenhos na aprendizagem dos estudantes? Quais recursos são necessários para os estudantes efetivarem seus cursos?

A importância da qualidade da educação a distância em tempos de crise 

Atualmente, um número imenso de docentes e de gestores estão se esforçando ao máximo a fim de garantir tanto a qualidade de seus conteúdos como de assegurar que seus calendários sejam efetivados e a qualidade da educação a distância em tempos de crise.

Muitos, se perguntam, sobretudo, como manter o currículo planejado. Questionam-se sobre quais os parâmetros que devem orientar seus estudantes, quais os instrumentos para acompanhar a frequência e a aprendizagem.

Como dito, isso depende sempre se certa experiência. Algo que, diga-se de passagem, o CPET possui de sobra. Como fazemos parte direta da revolução tecnológica na educação, também é dever nosso mostrar a qualidade presente em nossa educação a distância em tempos de crise.

O CPET possui softwares sofisticados para tornar a experiência de seus educandos de modo qualitativo e positivo. Suas plataformas permitem compartilhar vídeos, áudios, provas e diversos conteúdos de modo sofisticado sob o ponto de vista tecnológico e de modo simples sob o ponto de vista da usabilidade dos usuários.

Tudo isso tem relação direta com a aprendizagem feita por meio da educação a distância em tempos de crise. E não é coisa boa; como tudo na vida, devemos saber bem o produto que estamos adquirindo. Com os cursos profissionalizantes e técnicos EAD, também não é diferente.

Assim, avaliações individuais e em larga escala precisam ser feitas com consciência e criticidade. No final das contas, o ensino é uma ação que acontece por meio da interação com o mundo, independentemente da modalidade educacional escolhida.

Exatamente por isso, a dinamicidade e outros aspectos da educação a distância contribuem para a nossa sociedade: atualmente, por meio do distanciamento social e, futuramente, por meio de sua flexibilidade em relação a horários e locais.

O mais relevante nas propostas de educação a distância é que não apenas buscar responder aos desafios atuais impostos pela pandemia, mas, sobretudo, demonstrar as imensas possibilidades e horizontes que ela nos abre agora e após as crises sanitárias e econômicas que passamos.

Desse modo, se o mercado está com poucas vagas de emprego, somente as pessoas com melhores formações e experiências encontrarão as melhores vagas de emprego. Por isso, o Centro de Profissionalização e Educação Técnica (CPET) apresenta esse texto reflexivo a fim de compreendermos a importância da educação a distância em tempos de crise.

Os principais aspectos da educação a distância em tempos de crise no Brasil

O objetivo da educação a distância não é transferir a escola para dentro de casa. Isso é uma concepção muito simplista e que reduz as imensas possibilidades da EAD. Seu foco é garantir, aos estudantes, os contextos de aprendizagem de qualidade.

Isso significa apoiá-los por meio de estruturas tecnológicas em suas rotinas e possibilitar-lhes a formação e qualificação profissional.

Desse modo, a EAD almeja sempre metodologias ativas enquanto uma forma de garantir a implementação de estratégias colaborativas, encadeadas e em rede para chegar a 100% de seus alunos.

O trabalho pedagógico se torna, desse modo, também uma construção colaborativa entre os docentes e os gestores. Os materiais didáticos devem apresentar fundamentos essenciais para dar o suporte necessário para todos os seus estudantes.

Mas, o essencialmente mesmo é consumar e potencializar a exploração e o uso de diferentes linguagens midiáticas por meio da tecnologia: vídeos, áudios e redes sociais como WhatsApp, Facebook e Instagram. Além disso, a utilização do Moodle no celular é fundamental para alcançar de diferentes maneiras aos diferentes perfis de estudantes e famílias.

Essas premissas e estratégias constituem os pilares da educação a distância em qualquer contexto. E é justamente neste momento que elas demonstram sua relevância e enorme contribuição para a consumação da educação de qualidade no país.

Educação a distância em tempos de crise como uma esperança para o Brasil

Tem sido um grande desafio no Brasil garantir que os serviços continuem a existir e com qualidade. Com a educação, não é diferente. Com tantos mortos por dia, o desânimo parece bater em nossa porta todos os dias, juntamente com o medo. Mas não podemos deixar isso acontecer.

Enquanto a vacina não chega e privilegiamos a vida por meio do distanciamento social e do uso de máscara, podemos aproveitar o nosso tempo para nos formarmos, nos capacitarmos, nos atualizarmos profissionalmente.

Por isso, o CPET escreveu esse texto com muito orgulho e esperança de um Brasil melhor e com a consciência de que a educação a distância é fundamental para reerguer nosso país e superar as crises sanitárias e econômicas que passamos.

Desse modo, deixamos o convite para conhecerem nossos cursos profissionalizantes e técnicos. Eles são reconhecidos pelo MEC, o que demonstra mais uma vez a grande qualidade que possuem. Que nossos dias sejam melhores e que a educação possa iluminar sempre o nosso caminho.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco:

📱 Envie um WhatsApp ► //bit.ly/contatoCPET ou (11) 9 6056-8891

Siga o CPET nas redes sociais:

Curta nossa página no Facebook: //www.facebook.com/tecnicoscpet
Siga nosso perfil no Instagram: //instagram.com/cpet_cursos
Acesse nosso Twitter: //twitter.com/CpetCursos
19 de maio de 2021
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa