fbpx

Importância da educação técnica no século XXI

Os alunos agora precisam de novos métodos de ensino nas escolas, pois o método tradicional não atende mais às suas necessidades. Por isso, a educação técnica no século XXI inaugura a necessidade uma visão singular da sala de aula.

Importância da educação técnica no século XXI

Logo, a tendência nas escolas é uma transformação dos métodos de ensino que precisa estar atualizada com as mudanças na tecnologia.

Neste contexto, o aprendizado é muito mais coletivo e dinâmico, com os alunos interessados em se tornarem mais ativos na construção de seus próprios conhecimentos.

Então, prossiga com a leitura qual a importância da educação técnica para a sociedade do século XXI.

Quais eram as características da educação técnica no passado?

características da educação técnica no passado

No passado, o papel dos professores era replicar o conhecimento enquanto os alunos eram ensinados e testados.

As escolas ainda hoje estão testando, mas o ambiente das escolas famosas também valoriza a prática, coloca o aluno como o principal protagonista em sua própria educação, e até tenta proporcionar uma educação técnica mais ampla, pois o aluno o considera responsável por seu próprio progresso.

A educação técnica no século XXI exige uma visão diferente das escolas e, em particular, da relação entre professores e alunos. O aprendizado coletivo e dinâmico consiste cada vez mais em estudantes compartilhando experiências e buscando métodos ativos de ensino.

A figura do professor é mais parecida com a de um mentor para garantir o interesse da classe. Além disso, o professor concede as ferramentas pedagógicas e tecnológicas para orientar o aluno no seu caminho para a escola, mas com a participação ativa dos alunos, o conhecimento é construído horizontalmente.

Entenda como é a educação técnica do século XXI

Você deve estar ciente de que a educação técnica e geral no século XXI está diretamente relacionada à transformação digital. Isto porque o progresso tecnológico é em grande parte responsável pelas transformações na metodologia escolar.

Os estudantes podem agora encontrar tudo facilmente em razão ao acesso mais democrático à informação. E, o modelo tradicional de ensino não é mais recomendado, representado pelo professor, que apenas reproduz o conhecimento.

Assim, o professor atua mais como um consultor em educação técnica no século XXI. Ele também deve apresenta os recursos tecnológicos disponíveis e realizar a mediação entre os estudantes e a tecnologia. Os alunos se tornam assim mais ativos em seu próprio desenvolvimento.

Muito mais do que o protagonismo, o desenvolvimento cognitivo e comportamental dos estudantes é outro aspecto da educação seja técnica ou não da sociedade do século XXI. Além disso, as escolas estão mais preocupadas com as habilidades emocionais e comportamentais do que com o desenvolvimento da capacidade intelectual.

Não apenas isso, a força de trabalho já está buscando diferentes habilidades, como autonomia, inteligência social e emocional e criatividade, à medida que a transformação digital atinge todos os setores da sociedade, especialmente, profissionalmente.

E, as escolas, portanto, precisam fornecer uma educação técnica mais ampla para preparar os alunos.

Quem é o aluno de educação técnica do século XXI?

Os alunos de hoje são nativos digitais, porque eles têm contato precoce com os recursos tecnológicos. A tecnologia já está muito presente em suas vidas, mesmo antes de começarem a escola.

E, os alunos de hoje não conhecem um mundo sem a Internet e passam muito tempo em ambientes virtuais. No ambiente digital, há muitas maneiras de interagir: redes sociais, plataformas de vídeo, jogos, e outros mais.

Para lidar com uma geração como esta, a educação técnica no século XXI deve ser diferente da utilizada nas gerações anteriores. Este é o maior desafio das escolas atualmente, porém pode ser resolvido através do apoio tecnológico.

Aliás, os alunos acabam por estar acostumados à rapidez da tecnologia digital, eles têm pouca (ou nenhuma) paciência através do método tradicional de ensino.

É por isso que as escolas devem oferecer métodos inovadores para melhorar o processo de ensino. Não há abordagens longas que não permitam que os alunos participem ativamente, é?

Além disso, o uso de instrumentos digitais é fundamental para chamar a atenção dos alunos na educação técnica no século XXI.

E, não se esqueça eles já conhecem a tecnologia e se sentem envolvidos nos vários estímulos da mídia digital que oferecem mais dinamismo do que as aulas presenciais.

Por que a educação técnica está se tornando mais valiosa?

Por que a educação técnica está se tornando mais valiosa

As indústrias e empresas de diversos setores estão cada vez mais interessadas em contratar graduados de escolas técnicas. Veja abaixo razões para realizar um curso técnico:

  1. Menor tempo de duração

Uma das razões pelas quais os cursos técnicos são mais valorizados é porque são mais curtos do que os cursos de graduação. Nem todos querem iniciar uma educação superior logo após o ensino médio.

Outros não se sentem suficientemente confiantes em sua escolha para enfrentar a média de cinco anos de formação universitária, mesmo que lhes apeteça. Em vista disto, muitos estudantes foram atraídos por cursos técnicos que duraram entre 18 e 24 meses.

  1. Alta empregabilidade

O fato de um certificado técnico abrir portas para o mercado de trabalho não é segredo. Estes cursos formam profissionais que, por sua vez, são muito procurados pelas empresas mesmo antes de concluírem o curso.

De acordo com uma pesquisa do Ibope a pedido da Confederação Nacional da Indústria (CNI), 70% dos estudantes técnicos têm um emprego após um ano de estudo. Para alguns empregadores, mesmo quando não são universitários, é melhor investir em um funcionário que tenha conhecimentos práticos e profundos na área em que a empresa atua.

A empresa tem um retorno mais rapidamente e, em troca, no início de sua carreira, o funcionário recebe um bom salário. É um relacionamento que beneficia ambas as partes e, naturalmente, agrega valor a este tipo de relação.

  1. Salários acima da média

Você pode não saber, mas os salários são mais do que atraentes em vários campos técnicos, dependendo do segmento, eles excedem até mesmo alguns campos de graduação.

Além disso, uma Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) revelou que um aumento salarial médio de 15,07% surge a cada ano do estudo adicional é equivalente. Isto significa que estudar, seja em nível técnico ou superior, é sempre um bom investimento.

Não apenas isso, as carreiras técnicas têm recebido apreciação considerável nos últimos anos, e isto também se aplica aos salários. As empresas estão prontas para investir mais em funcionários preparados, com aulas práticas centradas no que realmente importa.

Além disso, não se deve esperar que estes estudantes se formem, pois é muito comum que eles sejam contratados após o estágio ou mesmo durante o curso.

  1. Mais conhecimento na área de atuação

Não só os recém-formados do ensino médio estão fazendo um curso técnico. Os graduados também selecionam este caminho em diversas áreas, a fim de acrescentar conhecimentos em sua área de trabalho.

Além disso, o estudante técnico tem matérias mais práticas e é obrigado a fazer um estágio durante o curso, para que ele também possa estar em contato com a área de treinamento selecionada. Isto é perfeito para estudantes que ainda não fizeram um curso superior, mas que decidiram cursar qual faculdade.

  1. Valorização do currículo

Em uma pesquisa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), um diploma técnico agrega valor ao currículo e pode aumentar a renda dos profissionais em até 24%.

As escolas técnicas credenciadas pelo MEC emitem um diploma de educação técnica reconhecido nacionalmente.

Os cursos técnicos são, portanto, uma excelente diferença na busca de uma posição no mercado de trabalho.

  1. Profissionais qualificados

As empresas valorizam os profissionais tecnicamente qualificados porque estão conscientes de seu campo de trabalho e têm estado muito próximos da realidade do mercado de trabalho ao longo da formação no curso técnico.

E, a qualificação é, portanto, configurada como uma das razões para aumentar o valor dos cursos técnicos.

Agora cabe a você decidir! Tire um momento para dar uma olhada nos cursos técnicos EAD do CPET.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco:

📱 Envie um WhatsApp ► //bit.ly/contatoCPET ou (11) 9 6056-8891

Siga o CPET nas redes sociais:

Curta nossa página no Facebook: //www.facebook.com/tecnicoscpet
Siga nosso perfil no Instagram: //instagram.com/cpet_cursos
Acesse nosso Twitter: //twitter.com/CpetCursos
22 de novembro de 2021
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa