fbpx

Como conciliar o ensino técnico com o ensino médio?

Muitos adolescentes iniciam, ainda no ensino médio, cursinhos preparatórios para o vestibular e cursos técnicos antes de entrarem nas universidades. Mas, devido à grande sobrecarga de conteúdos e à pressão psicológica e fisiológica desse processo, a pergunta que surge é: como conciliar o ensino técnico com o ensino médio?

Há um bom tempo, atuamos com cursos técnicos e cursos profissionalizantes. Como boa parte dos alunos, muitos precisam trabalhar para completar a renda familiar e para pagar suas conduções e alimentações enquanto cursam o ensino médio.

O tempo que lhes resta para estudar em cursos técnicos é à noite e aos sábados e domingo. Muitos deles são verdadeiros guerreiros. Os cursos de educação a distância possibilitam que isso seja possível.

Felizmente, o Centro de Profissionalização e Educação Técnica (CPET) está conectado com o mundo e com suas tendências. Com diversos recursos tecnológicos bastante aperfeiçoados, disponibilizamos plataformas e ferramentas que tornam a educação a distância uma experiência bastante agradável – mesmo em cenários difíceis.

Não é novidade que a concorrência para se ingressar em uma universidade pública é bastante alta. Cursos como direito, jornalismo, arquitetura, engenharias costumam ter vinte, trinta, quarenta vezes a mais o número de candidatos em relação às vagas disponíveis.

E mais: é possível fazer isso tudo e ainda trabalhar? Visto a difícil jornada entre a escola, o ensino técnico e, muitas vezes, o trabalho, é importante refletirmos sobre os limites desse percurso e sobre as estratégias que podem auxiliá-lo a tornar esse processo um pouco mais agradável.

Planejamento: “Quais são meus objetivos?”

Antes de tudo, tenha em mente quais são seus objetivos. Pense sobre o curso que desejará ingressar. Pesquise como é o mercado de trabalho, como são as grades curriculares desses cursos técnicos, quais serão as possibilidades profissionais e os retornos econômicos que ele possibilitará, além das possíveis dificuldades que encontrará durante essa trajetória. Ter isso em mente lhe ajudará muito.

Claro, essa pesquisa pode ser feita aos poucos. Inicialmente, não se restrinja a apenas um ensino técnico: abra um leque – não muito grande – de opções. Reflita sobre os reais interesses que levaram você a tais escolhas. Lembre-se que o retorno financeiro pode não é o único motivo para escolher um curso técnico.

A importância do planejamento

“Mas, professor, por que isso é importante?” Porque, a partir disso, estará mais ciente sobre as dificuldades que enfrentará e sobre suas possibilidades no futuro. Com isso, aprenderá também a escolher um curso técnico que adeque melhor aos teus próprios interesses.

Tais noções permitirão esclarecer seus reais motivos e objetivos e planejar melhor suas metodologias e estratégias de estudo. Ciente das dificuldades e das coisas boas, o ensino médio pode ser conciliado com o ensino técnico. Ao concluí-los, o estudante terá uma grande vantagem no mercado de trabalho.

Isso por vários motivos: primeiro, porque demonstra uma grande responsabilidade para pouca idade. Mas, isso e muito mais outras coisas vamos ver detidamente no artigo As vantagens de se fazer ensino médio e técnico ao mesmo tempo.

O Centro de Profissionalização e Educação Técnica (CPET) se orgulha, por sua vez, de ser uma das principais instituições de ensino técnico do Brasil. Expandindo-se para outros países, queremos levar educação a distância de qualidade para todas as pessoas.

Saiba mais em nosso blog

📱 Envie um WhatsApp ► clicando aqui ou (11) 9 6056-8891
🔗 https://www.cpet.com.br

5 de setembro de 2020
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa