fbpx

12 técnicas de memorização para melhor seus estudos

Do ensino fundamental à vida adulta, melhorar nossas técnicas de memorização nos ajuda a absorver novos conhecimentos, processá-los e desenvolver conclusões que nos ajudam a resolver problemas diários.

Portanto, não é surpresa que tantas pessoas estejam continuamente buscando novas maneiras de melhorar sua aprendizagem e produtividade.

12 técnicas de memorização para melhor seus estudos

Se você estiver interessado neste tópico, continue lendo, pois revelaremos 12 técnicas de memorização para melhor seus estudos.

  1. Evite a “decoreba”

Muitos indivíduos ainda pensam que memorizar significa memorizar. É por isso que eu estou começando esta peça desmistificando-a!

Por exemplo, conhecer fórmulas matemáticas para passar num exame de admissão não é “memorizar”. Você pode ser capaz de responder as perguntas do teste no momento, mas logo esquecerá muito do material abordado.

As técnicas de memorização, por outro lado, é a capacidade de absorver profundamente o conhecimento enquanto estuda. Para memorizar um pedaço de conhecimento adequadamente, você deve primeiro compreendê-lo.

  1. Reorientar seu cérebro para se concentrar

O foco é um dos aspectos mais cruciais e difíceis para estudo. Para atingir este objetivo, você deve educar seu cérebro a permanecer focado no momento presente sem se deixar desviar por ocorrências anteriores ou possibilidades futuras.

Para ajudá-lo, sugerimos um exercício inspirado no ioga: tome 5 minutos antes de iniciar seus estudos para concentrar-se em seu ritmo de respiração. Inspire um, exale dois e deixe suas ideias fluir sem apego.

Com a prática, você será capaz de treinar sua mente para se concentrar em um item de cada vez. Assim, você aprenderá mais rápido e não precisará ler as mesmas coisas várias vezes para se lembrar disso.

  1. Crie um ritmo de estudo

Para colocar em prática as técnicas de memorização requer dedicação e perseverança. É inútil tentar uma vez por semana ou quando se “tem tempo”. Muito parecido com um atleta que quer ser o melhor em seu esporte: é preciso treinamento e disciplina regulares!

Da mesma forma, para tirar o máximo proveito de seus estudos, você precisa planejar com antecedência, alocar tempo para cada disciplina e concentrar-se nela durante esse tempo. À medida que você desenvolve estes hábitos, sua concentração vai melhorando.

Além disso, dedique alguns minutos para relaxar para que seu cérebro não fique sobrecarregado e você possa absorver melhor seus novos conhecimentos.

Por fim, ao estudar, temos a tendência de cerrar o pescoço e os ombros, portanto o alongamento ajuda a liberar a energia acumulada.

  1. Leia mais de uma vez

Qualquer estudo requer leitura, e essa é uma das técnicas de memorização mas utilizadas. Mas uma leitura não é suficiente. De acordo com certos estudos, uma leitura não é suficiente para aprender.

Tente compreender o que você lê. Caso contrário, leia novamente. Repita em outros dias.

Esta técnica ajuda você a memorizar as coisas e entender melhor as informações do seu cérebro. Se preferir, diga-o em voz alta e explique o que você aprendeu.

  1. Anote pontos importantes.

Para ajudar você, com uma das técnicas de memorização mais comuns a aprender mais efetivamente, faça anotações escritas à mão. A escrita faz o cérebro funcionar melhor e mais difícil.

Para concluir, é vital enfatizar que isto é feito à mão, com caneta e papel. Como escrever em um computador é mais fácil, permite um aprendizado mais superficial.

  1. Faça resumos

Os amigos de estudo são resumos como técnicas de memorização. É uma prática na qual você aplica o que aprendeu em suas próprias palavras.

Aplique a dica anterior à mão. Para perguntas, releia seus resumos durante as revisões.

Os resumos devem ser uma lição. Explique tudo em detalhes e construa associações perfeitas para que outra pessoa possa facilmente entendê-lo.

  1. Aposte nos mapas mentais

O mapa mental é eficaz porque se baseia em informações visuais.

As cores e outros aspectos visuais podem ser usados de forma criativa para ensinar um assunto.

Um tema principal é ramificado por subtemas associados em um mapa mental. Os links os conectam.

A mesma conexão será feita com subtemas, expandindo conceitos e sempre ligando termos.

Serão criados caminhos para o tema principal. Atribuir uma cor a cada tipo de link. Ou para cada tipo de dado.

As informações visuais ajudarão seu cérebro a se lembrar de um assunto. Para não acrescentar, um mapa mais completo será mais completo e poderá incluir outros temas.

Se você puder desenhar bem, use mal seu talento. O que importa é que você tenha um instrumento de aprendizagem completo.

  1. Dê aula para si mesmo

Os verdadeiros professores só podem ensinar, certo? Ou seja, quem memoriza com eficiência.

De fato, instruir-se fará com que você questione alguns tópicos e procure novas informações, fortalecendo as técnicas de memorização.

Se não funcionar para você, experimente com um amigo que está apenas começando.

Por fim, o mais importante é reforçar sua memória desta informação.

  1. Use gravações

Os áudios são ferramentas de aprendizado fantásticas, como todos que usam podcasts sabem. e utilizam como uma das mais importantes técnicas de memorização.

Você já pensou em gravar seu próprio conteúdo?

Você também pode gravar seu material de aprendizagem em fita adesiva.

Depois, reproduza as gravações em transporte público, por exemplo.

Você também pode gravar as aulas de seus professores.

Independentemente disso, a memória auditiva pode ser um poderoso aliado.

  1. Consumir conteúdo relacionado ao que você está estudando

Filmes, livros e até mesmo quadrinhos podem ser usados como técnicas de memorização. Existem várias alternativas à educação tradicional.

Assistir a um filme sobre o assunto que você está estudando, por exemplo, muda sua perspectiva.

Além disso, o cinema e outras mídias são mais leves e permitem uma abordagem mais despreocupada e não queremos dizer descuidada. Mas sem o estresse do tempo de estudo.

Livros e histórias em quadrinhos também são dois métodos relaxantes para conseguir isso. Além disso, as histórias em quadrinhos podem ajudar na associação visual. Lembra-se como dissemos que os elementos visuais nos ajudam a memorizar?

Esta dica não é apenas para estes três. Uma instrução de vídeo online será associada ao trabalho típico do dia-a-dia. Este é provavelmente o caso.

Mas o objetivo é fazer isso mais lentamente.

  1. Assista a filmes e vídeos relacionados ao assunto que você está estudando

Qualquer assunto pode ser encontrado em filmes e vídeos

Portanto, considere o uso de formas alternativas, além de livros e livros didáticos.

As imagens, por exemplo, ajudam seu cérebro a estabelecer associações, o que ajuda a memória.

Aliás, estudar através de filmes e vídeos é muito divertido!

  1. Transformar conceitos abstratos em histórias

Esta é uma das técnicas de memorização semelhante a primeiro.

Ele também usa associações, mas elas não são ridículas.

A estratégia também funciona para ideias abstratas.

Ou seja, acrônimos ou termos difíceis de entender.

O que você achou desse post? Deixe um comentário aqui compartilhando suas experiências ou dúvidas, irei adorar lhe responder! Boa sorte e até mais!

Agora é com você! Aproveite para conferir os cursos técnicos EAD do CPET.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco:

📱 Envie um WhatsApp ► //bit.ly/contatoCPET ou (11) 9 6056-8891

Siga o CPET nas redes sociais:

Curta nossa página no Facebook: //www.facebook.com/tecnicoscpet
Siga nosso perfil no Instagram: //instagram.com/cpet_cursos
Acesse nosso Twitter: //twitter.com/CpetCursos
15 de janeiro de 2022
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa