fbpx

07 Curiosidades sobre o curso técnico em computação gráfica

Hoje em dia, muitas empresas recorrem a computação gráfica para os mais variados projetos. Por isso há a necessidade de profissionais formados no curso técnico em computação gráfica.

E bem, a computação gráfica significa apresentação de informação computacional em forma gráfica. Daí este é um campo em expansão oferecem muitas oportunidades. Posto tudo isso, neste artigo, buscamos proporcionar para vocês curiosidades sobre o curso técnico em computação.

Continue a leitura e descubra as 07 Curiosidades sobre o curso técnico em computação gráfica!

1. Origem da computação gráfica

Na história da computação gráfica, os pesquisadores parecem ter chegado ao consenso de que o primeiro computador com recursos gráficos para visualização de dados digitais foi o “Whirlwind I” (furacão) criado pelo MIT. O dispositivo foi desenvolvido em 1950 para fins acadêmicos e possivelmente militares.

Posteriormente, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos desenvolveu um sistema de monitoramento e controle de voo (SAGE-Semi-Automatic Ground Environment).

Que converte as informações captadas pelo radar em uma imagem em um tubo de raios catódicos, onde o usuário pode interagir e apontar a tela com uma caneta de luz.

2. Possibilidade de ingressar no mercado de animação

Uma das oportunidades de se trabalhar com computação gráfica é com animação. Profissionais capacitados em computação gráfica são podem lidar com imagens estáticas e dinâmicas.

Com isso, é até possível atualmente trabalhar na Disney, DreamWorks ou Pixar (já tem alguns brasileiros trabalhando lá).

A história de sucesso que ocorreu há pouco é do animador Leo Matsuda, o primeiro brasileiro a ser o diretor do curta “Trabalho Interno” e foi exibido no cinema no início do longa-metragem de animação “Moana: um mar de aventuras”.

3. Capacidade de trabalhar em empresas de criação de jogos

De acordo com a Abragames, a quantidade de empresas do setor de jogos no Brasil  cresceu 600% em mais de oito anos.

Graças a diversos áreas de trabalhos, da mesma a forma há a necessidade pessoas para atuar com computação gráfica.

E bem, estes profissionais vão fazer modelagem, variação de luz, retoques de imagens e criação de personagens entre outras coisas.

4. Realidade virtual

Isso pode ser determinado como uma tecnologia para a concepção de interfaces tridimensionais muito interativas recorrendo a dispositivos de entrada e saída não convencionais.

Além disso, sua prática pode ocorrer em diversas áreas da tecnologia da informação (TI).

Tudo isso por meio de acesso tridimensional imersivo e multissensorial a ambientes virtuais.

Este campo trabalho em áreas como:

  • Jogos e entretenimento
  • Educação à distância (EAD)
  • Medicina
  • Simulação e treino de avião
  • Teleconferência
  • Projetos para design, arquitetura e urbanismo
  • Engenharias
  • Comércio.

5. Não é obrigatório ter domínio de desenho

Os projetos de computação gráfica geralmente estão ligados a talentos de desenho. Bem, saber desenhar é interessante, mas não é obrigatório. Certos atributos de cálculos básicos não são voltados ao design artístico.

No entanto, se os profissionais usam computação gráfica para concluir projetos de arquitetura. Daí o conhecimento de desenho técnico, domínio sobre o CAD e programas de design auxiliado por computador é particularmente importante.

6. Não é obrigatório ter conhecimento de inglês

Tá longe de ser obrigatório, mas é recomendado o uso conhecimento de inglês. Alguns softwares relacionados à computação gráfica podem estar em inglês. Atualmente, as empresas que criam programas para computação gráfica frequentemente possuem uma versão em português do Brasil, porém, isso pode não acontecer.

Aliás, o domínio de inglês é um diferencial que as empresas buscam. Isso é muito útil para encontrar vagas no mundo todo na área de computação gráfica.

7. Capacidade de entrar no mercado de trabalho em 2 anos

Um dos melhores benefícios de ingressar em um curso técnico em computação gráfica é o tempo de realização do curso. É em média 2 anos meses formação. Ao concluir o curso, você estará apto a entrar no mercado, principalmente, em empresas de tecnologia.

Em razão de tudo que foi visto, ficou com alguma dúvida sobre o curso técnico em computação gráfica? Entre em contato conosco agora mesmo!

Agora é com você! Aproveite para conferir os cursos técnicos EAD do CPET.

📱 Envie um WhatsApp ► //bit.ly/contatoCPET ou (11) 9 6056-8891

Siga o CPET nas redes sociais:

Curta nossa página no Facebook: //www.facebook.com/tecnicoscpet
Siga nosso perfil no Instagram: //instagram.com/cpet_cursos
Acesse nosso Twitter: //twitter.com/CpetCursos
20 de dezembro de 2020
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa