fbpx

Educação profissional técnica – 3 Motivos para fazer

Os cursos de educação profissional técnica no Brasil sofrem há muito tempo de um estigma. Era reservado aos jovens que não conseguiam passar pelo vestibular ou que não acreditavam que poderiam fazer mais.

Mas este pensamento está ultrapassado: hoje em dia, o mercado de trabalho está atrás de mais profissionais da tecnologia e muitas vezes eles podem ganhar mais e ter mais oportunidades do que os estudantes.

No entanto, apenas 6% dos jovens no Brasil frequentam cursos de educação profissional técnica. Isto é problemático porque mais tarde cerca de 40%, há uma pequena porcentagem de graduados do ensino médio.

Além de não ir para a faculdade, os outros não têm nenhuma formação quando tentam entrar no mercado de trabalho. E as aulas nas escolas comuns estão focadas apenas no vestibular, como se os cursos de educação profissional técnica não tivesse escolha.

Continue a leitura e entenda mais sobre a importância da educação profissional técnica no brasil.

Profissional da educação profissional técnica e o mercado de trabalho

 Devido à natureza prática de seu trabalho e ao fato de que ele ocupa uma parte significativa dos empregos, o especialista da educação profissional técnica pulsa a economia.

Além disso, não é surpreendente que empresas de todos os segmentos tenham procurado incansavelmente estes profissionais: o treinamento de educação profissional técnica gera uma rápida entrada no mercado de trabalho e salários 18% mais altos do que aqueles profissionais com qualificação escolar.

Segundo dados do IBGE, o segmento de serviços foi o carro-chefe do PIB brasileiro em 2018, representando mais de 75% da riqueza gerada no país. Os brasileiros já estão cientes dos benefícios da capacitação técnica. De acordo com o Ibope 2014, 90% das pessoas acreditam que os cursos de educação profissional e tecnológica têm mais oportunidades.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) já mostra que houve um aumento na porcentagem de alunos do ensino médio que recebem treinamento da educação profissional técnica de 5,6% em 2016 para 6,2% em 2018.

A educação profissional técnica está se tornando uma escolha cada vez mais eficaz para a integração imediata no mercado de trabalho, pois proporciona treinamento mais rápido e desenvolve habilidades que são muito procuradas pelas empresas em todos os segmentos, já que se concentra na prática.

A abundância de vagas é outra característica favorável para os profissionais técnicos – a área de enfermagem, por exemplo, é atualmente composta em 80% por técnicos e assistentes, de acordo com dados da COFEN (Conselho Federal de Enfermagem).

No Brasil, a carreira técnica ainda tem potencial de crescimento: esta formação no mercado de trabalho oferece muitas vagas para profissionais. Estudos recentes mostram que pelo menos 60% das empresas têm dificuldade em preencher cargos técnicos.

Educação profissional técnica x trabalho

Educação profissional técnica x trabalho

A educação profissional técnica é muito importante para nosso país e necessária para nossas vidas, pois não há oportunidades sem estudar no mercado de trabalho.

E, vivemos em uma época de turbulência financeira e pobreza causada pela falta de investimento em educação profissional técnica e pela falta de interesse de muitos jovens e adultos, porque as pessoas estudam e ganham pouco ou nenhum trabalho, mesmo que tenham uma profissão.

Mas seria pior sem estudo, sem a chance de conseguir um emprego. Pior, sem chance de um trabalho melhor, sem um salário decente, seria.

É difícil conseguir um bom emprego, então a maneira de fazê-lo é especializar-se e trabalhar para que as coisas não corram mal, mas lutar por uma vida melhor.

3 Motivos para ingressar na educação profissional técnica no Brasil

Motivos para ingressar na educação profissional técnica no Brasil

Para aqueles que fazem um curso técnico, o mercado está cheiro de oportunidades

Muitas empresas pequenas e grandes têm que recrutar profissionais formados em educação profissional técnica em diversas áreas.

E, há um equívoco de que, entre tantas outras empresas de mineração, é necessário ter uma educação superior para trabalhar em instituições de sonho como a Vale, Anglo Gold, LafargeHolcim, entretanto, uma rápida olhada nos websites dessas empresas é suficiente para garantir que elas estejam sempre à procura de profissionais formados em educação profissional técnica, particularmente para mineração, segurança no trabalho e mecânica.

Há também uma grande demanda por profissionais provenientes da educação profissional técnica nas áreas da construção civil para empresas de construção. Sabemos que o mercado da construção civil é sólido e está passando por grandes crises, especialmente em países em desenvolvimento, como o Brasil.

A construção, reforma ou restauração de edifícios comuns, edifícios públicos ou mesmo estradas, quartéis ou outras estruturas são recorrentes.

Aqueles que supõem que estes trabalhos estão restritos a cargos de engenharia ou mão de obra direta, como escultores e assistentes, estão errados.

Os técnicos de edificações que são muito necessários para desempenhar várias funções essenciais para uma boa entrega de produtos são fornecidos com um extenso fornecimento.

Os cursos de educação profissional técnica são menos caros do que uma graduação e podem proporcionar um retorno financeiro semelhante

Os cursos de educação profissional técnica são muito mais baixos do que a mensalidade universitária. A duração de um curso técnico também é mais curta.

Portanto, o estudante que opta pelo treinamento de educação profissional técnica gasta menos em empréstimos e pode entrar no mercado mais rapidamente como profissional. Isto lhe permite receber um salário oficialmente como profissional qualificado mais cedo, o que é outra vantagem financeira.

Outro problema que podemos ver é a diferença salarial entre profissionais e graduados.

A diferença pode ser menor na prática do que podemos imaginar. Isto ocorre porque muitas empresas estão contratando graduados como analistas, o que é uma forma de não pagar o nível salarial na prática.

Na realidade, o piso não é, portanto, garantido. Vemos também técnicos desenvolvendo excelentes planos de carreira e alcançando altos salários dentro das instituições. Muitos cargos em concursos públicos focados em treinamento técnico também foram verificados.

Por exemplo, a Petrobras emprega técnicos em segurança no trabalho, mecânicos e até mesmo enfermagem para trabalhar em suas bases. Isto é feito por meio de exames competitivos e contratos com empresas terceirizadas.

Para iniciar um curso técnico, você não precisa ter concluído o ensino médio

Mesmo antes que o aluno termine o ensino médio regular, um curso de educação profissional técnica pode ser iniciado.

Você pode iniciá-lo quando a nona série estiver concluída. Isto permite que você complete um curso técnico aos 18 anos de idade, idade em que muitas empresas gostam de contratar.

Apesar desta oportunidade, que infelizmente não é conhecida por todos, após terminar o ensino médio, você também pode e deve se matricular em um curso de educação profissional técnica.

Não há regras ou limitações quanto ao número de cursos de educação profissional técnica que um indivíduo pode fazer. Há situações em que a empresa exige que um indivíduo faça um determinado curso técnico para atender a uma determinada demanda.

Outra questão importante é que fazer um curso de educação profissional técnica não impede o estudante de se formar no futuro.

Alguns funcionários fazem um curso técnico porque é mais barato e depois vão para a faculdade no curso técnico quando estão empregados. Aliás, muitas vezes um conhecimento complementa o outro e este funcionário tem excelentes habilidades de mercado.

Agora cabe a você decidir! Tire um momento para dar uma olhada nos cursos técnicos EAD do CPET.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco:

📱 Envie um WhatsApp ► //bit.ly/contatoCPET ou (11) 9 6056-8891

Siga o CPET nas redes sociais:

Curta nossa página no Facebook: //www.facebook.com/tecnicoscpet
Siga nosso perfil no Instagram: //instagram.com/cpet_cursos
Acesse nosso Twitter: //twitter.com/CpetCursos
2 de novembro de 2021
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa