fbpx

Curso técnico em finanças – Conheça sobre!

Um dos cursos técnicos mais bem vistos pelo mercado é o curso técnico de finanças, afinal, os profissionais dessa área são extremamente requisitados. Contudo, não há como negar que quem deseja trabalhar com finanças precisa gostar muito dos números, pois esse trabalho possui seu foco diretamente atrelado a eles.

Se você tem interesse em trabalha nessa área, saiba que fazer o curso técnico em finanças pode ser uma excelente opção, pois diferente dos outros cursos técnicos ligados a área de administração ele acaba dando uma formação mais direcionada e técnica.

Ao longo deste conteúdo nós vamos falar um pouquinho mais sobre o curso técnico em finanças, explicando todas as suas nuances para que você consiga entender ainda mais sobre essa oportunidade de formação. Confira:

O que faz um Técnico em Finanças?

Um técnico em finanças geralmente atua junto aos dados financeiros de uma empresa, sendo que em muitos casos ele também pode ser alocado a setores contábeis ou administrativos graças a sua capacidade e formação.

De qualquer modo, um técnico em finanças deve garantir a total integridade das informações financeiras de uma empresa, sempre respeitando as leis as quais está submetido e seguindo padrões éticos imutáveis.

Para que isso aconteça, o técnico em finanças não pode ser somente um especialista em números, mas também em aspectos mais intangíveis, como os valores, a missão e a visão de uma empresa, já que isso tudo está naturalmente ligado ao modo que o dinheiro será utilizado.

De modo geral, o técnico em finanças acaba sendo responsável por:

  • Organizar o fluxo de caixa;
  • Organizar ordens de pagamento;
  • Fazer análise de crédito;
  • Fazer orçamento e negociação bancária.

Quem deseja se tornar um técnico em finanças precisa ter concluído o ensino médio ou então estar cursando o mesmo.

Para quem o Curso Técnico em Finanças é indicado?

Assim como a maioria dos cursos técnicos, a especialização em Finanças é indicada para jovens que desejam se capacitar para que a inserção no mercado de trabalho seja realizada de uma forma mais agradável.

Isso acontece porque o Curso Técnico em Finanças é uma formação de nível médio, ou seja,  pode ser vista como uma oportunidade de conhecer mais sobre uma determinada área antes de iniciar efetivamente uma graduação.

Porém, também é importantíssimo deixar claro que os profissionais que já estão inseridos dentro do mercado de trabalho podem aproveitar este curso, principalmente porque sempre é possível aprender um pouco mais sobre um determinado assunto.

Sendo assim, embora tenha um foco direcionado para o público jovem, não há dúvidas de que o curso técnico em finanças pode ser feito por qualquer um que deseje se especializar nessa área.

Quanto posso ganhar ao me tornar um técnico em finanças?

Bem, a sua remuneração enquanto técnico em finanças está diretamente relacionada com suas capacidades profissionais, visto que indivíduos qualificados naturalmente vão ganhar muito mais do que pessoas sem tanta qualificação.

Entretanto, é notório que o salário médio de um técnico em finanças chega a R$2 mil mensais, mas pode chegar até R$4 mil, dependendo do nível de conhecimento do profissional e da sua experiência dentro do mercado.

Como funciona o curso?

O curso possui diversas disciplinas, sendo que diferentes instituições podem contar com algumas matérias específicas. Mas de qualquer forma, esse curso pode ser realizado em 2 anos, visto que sua carga horária é de 820 horas.

É esperado que após os 2 anos de formação o profissional já esteja preparado para atuar dentro da área financeira de uma empresa, sendo capaz de identificar as principais oportunidades do negócio nesse âmbito, assim como suas deficiências e as soluções adequadas.

Com o curso técnico em finanças você irá aprender um pouco sobre:

  • administração financeira;
  • contabilidade;
  • estatística;
  • gestão financeira;
  • introdução à administração de empresas;
  • legislação tributária;
  • planejamento empresarial;
  • projeto prático;
  • fundamentos em marketing;
  • responsabilidade social;
  • informática;
  • análise e acompanhamento de projetos;
  • sistemas de gestão.

Como você pode ver, o aprendizado é bem específico e ao mesmo tempo consegue te dar uma noção muito boa sobre algumas áreas adjacentes a sua, o que ajuda a tomar decisões mais inteligentes e bem embasadas.

Isso sem dúvida alguma faz com que o curso técnico em finanças seja uma grande oportunidade na para qualquer pessoa!

Dito tudo isto, não poderíamos deixar de reforçar a importância que os Cursos Técnicos podem ter na sua vida, principalmente pelo desenvolvimento profissional que podem gerar em pouquíssimo tempo, com um preço acessível e um dos melhores custo-benefício que podem ser encontrados em todo o mercado.

Sugerimos — inclusive — que você conheça um pouco mais sobre o CPET, cujas informações estão disponíveis aqui no nosso Blog. Dessa maneira você pode dar um grande passo na sua carreira e se tornar um profissional ainda mais valioso!

Como sempre, o Centro de Profissionalização e Educação Técnica (CPET) se esforça para trazer ampla informação para o público, com bastante qualidade e transparência. Esse esforço visa compartilhar conhecimentos sobre seus cursos, sobre a educação e sobre o mercado de trabalho. A partir disso, nada mais propício do que o curso técnico em finanças.

O estudante formado no curso técnico em finanças estará apto para realizar diversas operações relacionadas aos serviços e aos produtos financeiros e bancários.

Isso inclui processos de fluxos de caixa, de lançamentos contábeis, de ordens de pagamento, de contas a pagar e receber, entre outros. Além disso, o técnico em finanças atua também como analista de demonstrativos financeiros, de mercado de capitais, de contratos bancários, de legislação contábil e tributária e de consumidores.

Sobre o curso Técnico em Finanças

Com as informações acima, já podemos perceber que o profissional técnico em finanças possui uma ampla diversidade de atuações dentro do mercado de trabalho. Especificamente, esse profissional deve assegurar a integridade das informações financeiras de uma empresa, respeitando fielmente as legislações e atuando dentro de condutas éticas.

O profissional técnico em finanças tem uma inserção rápida no mercado, sobretudo em médias e grandes cidades. Como as empresas precisam cotidianamente de uma equipe para controlar, organizar e otimizar seus processos financeiros, esse profissional é constantemente requerido.

Além disso, após estar empregado, o profissional possui um vasto campo para atualizar seus conhecimentos, seja fazendo outros cursos técnicos e profissionalizantes seja fazendo cursos do ensino superior. Essas possibilidades de formação englobam administração, economia, logística, entre outras áreas.

Salário e grade curricular do técnico em finanças

Apesar do salário variar bastante de empresa para empresa, a remuneração inicial de um técnico em finanças costuma partir de 2 mil reais, podendo ser superior a 4 mil reais para cargos mais superiores.

Após finalizar o curso, o técnico será capaz de identificar e solucionar diversos problemas relacionados à área financeira, além de perceber novas oportunidades para aperfeiçoar os negócios de sua empresa e de seus clientes.

Para isso, o curso conta com uma grade curricular bastante vasta, englobando temas relacionados à administração, empreendedorismo, matemática financeira, modelos de gestão, gestão de qualidade, processos gerenciais, teorias aplicadas na administração, entre muitas outras matérias.

Como o aluno pode perceber, o curso de técnico em finanças do Centro de Profissionalização e Educação Técnica (CPET) possui uma intensa qualidade e diversificação, com mais de 1000 mil horas em sua carga horária curricular.

Caso tenha alguma dúvida, entre em contato conosco para que possamos conversar um pouco mais sobre o assunto!

Saiba mais em nosso blog!

📱 Envie um WhatsApp ► //bit.ly/contatoCPET ou (11) 9 6056-8891
12 de abril de 2021
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa