fbpx

9 dicas para uma boa negociação salarial

É inegável que o processo de buscar um emprego e ser entrevistado é estressante para muitas pessoas. Entretanto, muitos que buscam emprego consideram a próxima etapa a negociação da negociação salarial a mais difícil.

Entretanto, a negociação salarial não tem que ser tão difícil. Você também pode calmamente oferecer seus pontos para explicar seu salário desejado e ter sucesso na conversa se você se preparar bem.

9 dicas para uma boa negociação salarial

Então, prossiga com a leitura e conheça as 9 dicas para uma boa negociação salarial.

  1. Esteja preparado antes de iniciar uma conversa sobre negociação salarial

Pesquise a remuneração atual do mercado para a posição escolhida como parte da preparação de sua negociação salarial.

Além disso, faça algumas pesquisas sobre a empresa à qual você está se candidatando e altere sua remuneração desejada com base no tamanho, duração e setor industrial da empresa.

Por fim, trabalhar para uma pequena empresa nacional, por exemplo, pode não pagar o mesmo que trabalhar para uma grande e bem estabelecida corporação.

  1. Não fique com medo de uma negociação salarial

Não fique com medo de uma negociação salarial

Todos que pedem um aumento não são demitidos (ou não deveriam ser). É importante lembrar que este é um tópico sensível para a administração.

A pessoa que faz o pedido pode não ter os recursos para atender seu pedido, não importa o quanto queira e acredite que você o mereça. Como resultado, a tensão é criada a partir dessa negociação salarial.

  1. Tenha bons argumentos 

Os candidatos podem apresentar argumentos sólidos para que a empresa perceba seu valor e veja o investimento benéfico que está por vir, reconhecendo e capacitando a si mesmos com seu próprio potencial.

É fundamental evitar discutir questões pessoais, tais como problemas familiares, endividamento, etc em uma negociação salarial.

Outro elemento-chave a ser lembrado em uma negociação salarial é ser flexível. Muitos especialistas chegam com uma proposta pré-determinada e acreditam que não devem abandoná-la.

Como resultado, todo o planejamento é essencial para evitar perder as boas perspectivas.

  1. O momento apropriado

Muitos profissionais não estão seguros quando é apropriado trazer dinheiro durante uma negociação salarial. Este é um típico mal-entendido que é fácil de resolver.

Certifique-se de ter demonstrado seus traços e habilidades que você pode fornecer à empresa antes de falar sobre valores.

Quando tiver certeza de que a corporação está interessada, fale sobre o assunto do pagamento. Normalmente, a discussão da remuneração será iniciada pelo recrutador.

Portanto, relaxe e leve seu tempo. O candidato também pode perguntar sobre a faixa salarial que as empresas consideram apropriada.

  1. Trabalhe em seu currículo

Ter confiança em seu CV é um método para garantir uma negociação salarial bem sucedida.

Para isso, você deve gastar em cursos de qualificação que irão melhorar seu currículo.

Os profissionais que desejam uma carreira de sucesso podem se candidatar às bolsas de estudo do Educa Mais Brasil, que oferecem até 70% de desconto na matrícula de cursos de graduação, pós-graduação e idiomas.

  1. Preste atenção ao ponto de vista oposto

Preste atenção ao ponto de vista oposto

Se o plano da empresa ficar aquém de suas expectativas, esteja aberto a ouvir o porquê.

Considere as vantagens que a empresa oferece. Benefícios como senhas de alimentação para compras, por exemplo, podem ser considerados como complementos ao seu salário porque você não precisa pagar esta quantia do seu próprio bolso para usar o cartão da empresa.

  1. Destaque seus diferenciais

Se a proposta da empresa é insatisfatória apesar dos benefícios, lute sobre suas vantagens, tais como estudos de pós-graduação, idiomas, experiência de mercado, cursos de treinamento, etc.

Discuta sobre seu currículo profissional e como sua inclusão na equipe irá beneficiar a organização. Reiterar seu desejo de trabalhar lá e sua vontade de fazer um acordo que beneficie a ambos em uma negociação salarial.

  1. Não faça o pedido via e-mail 

A melhor maneira de começar uma boa negociação salarial é cara a cara.

Por isso, comece a discussão durante uma revisão de desempenho ou uma sessão de feedback, mas não use o e-mail para discutir o assunto.

  1. Identifique seu interlocutor e fale a linguagem dele

É fundamental que você fale sempre a mesma língua que seu interlocutor. Esteja preparado para apresentar dados sólidos e se comportar de maneira profissional se a pessoa tiver um perfil analítico. Se você estiver falando com alguém que não seja tão formal como você, mude sua voz e seu comportamento de acordo.

O que você achou desse post? Deixe um comentário aqui compartilhando suas experiências ou dúvidas, irei adorar lhe responder! Boa sorte e até mais!

Agora é com você! Aproveite para conferir os cursos técnicos EAD do CPET.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco:

📱 Envie um WhatsApp ► //bit.ly/contatoCPET ou (11) 9 6056-8891

Siga o CPET nas redes sociais:

Curta nossa página no Facebook: //www.facebook.com/tecnicoscpet
Siga nosso perfil no Instagram: //instagram.com/cpet_cursos
Acesse nosso Twitter: //twitter.com/CpetCursos
4 de janeiro de 2022
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa