fbpx

5 dicas para ter alunos participativos

As aulas online precisam um estilo de ensino diferente das aulas presenciais. Todos nós sabemos que a motivação é essencial para a aprendizagem. Embora tenha sido difícil manter os alunos participativos no início das pandemias, agora isso é ainda mais desafiador.

5 dicas para ter alunos participativos

  • Torne seu ambiente interativo e agradável
  • Faça vídeos curtos ou participe de atividades desafiadoras
  • Métodos ativos para aumentar a motivação dos alunos
  • Obtenha feedback e analise os dados
  • Estabeleça relações entre os conteúdos ensinados e a realidade dos alunos

Dito isso, temos 5 dicas para ajudar os professores a ter alunos participativos.

Torne seu ambiente interativo e agradável

Os alunos enfrentaram muitas preocupações durante a pandemia, o que pode causar ansiedade e dificultar a concentração. Assim, é crucial que o professor desenvolver um ambiente de aula agradável e estimulante para que os alunos participativos aprendam e entendam o significado do conteúdo.

Para isso, é importante haver interações positivas entre alunos participativos e professores. É importante tornar a didática mais envolvente para que a aula não se torne monótona. Além disso, deve evitar que distrações da Internet atrapalhem o aprendizado.

Essas ações podem ser uma grande ajuda para os alunos que se sentem sobrecarregados ou cansados ​​das aulas online. A tecnologia é uma importante aliada dos educadores.

Aliás, os professores são capazes de fazer com que suas aulas sejam mais envolventes e divertidas usando ferramentas de vídeo, enviando mensagens e apresentando gráficos e outros recursos. Ora, isso ajuda os alunos a manter o foco por um tempo maior.

Faça vídeos curtos ou participe de atividades desafiadoras

Faça vídeos curtos ou participe de atividades desafiadoras - alunos participativos

As aulas online precisam de mais atenção do que as aulas presenciais. Os professores devem levar isso em consideração ao planejar as atividades para tornar os alunos participativos.

Assim sendo, busque evitar criar vídeos muito longos ou expositivos. Mantenha a câmera focada em uma pessoa falando nela. Em vez disso, você pode usar recursos visuais, música e desenhos. Se necessário, você pode dividir o assunto em temas específicos e criar vídeos separados. Cada vídeo deve ter pelo menos 10 minutos de duração com o objetivo de que os alunos possam se concentrar e continuar assistindo até o final.

Os alunos também podem ser motivados por atividades novas e desafiadoras. Isso os ajudará a sair de seus hábitos. Além disso, a fim de estimular a criatividade e a independência na aprendizagem, crie um problema relacionado à aula. Em seguida, separe os alunos em grupos para ajudá-los a encontrar soluções.

Aliás, isso permite que os alunos participativos construam relacionamentos e interajam mesmo de longe.

Métodos ativos para aumentar a motivação dos alunos

Muitas escolas usavam métodos de aprendizado ativo antes do surto do corona vírus. Eles fizeram do alunos participativos o foco principal de seu próprio aprendizado. As escolas podem aproveitar esta oportunidade para fazer mudanças internas e estimular a independência e autonomia nos estudos dos alunos.

Essas metodologias não são úteis apenas para melhorar o conteúdo de certas disciplinas, mas também auxiliam a aperfeiçoar outras habilidades, por exemplo, interpretação, análise e resolução de problemas.

Este formato também pode ser usado para inspirar os alunos a aprender conteúdos novos. Isso também aumentará sua disposição e participação em discussões online com o professor.

Obtenha feedback e analise os dados

A educação a distância também tem a vantagem de gerar muitos dados. Sua instituição educacional pode aproveitar o poder dos dados, assim como outras empresas e setores do mercado. E, isso permitirá que você aumente as habilidades de aprendizado e faça com que os alunos participativos sejam maioria na sua classe.

Também dependerá da opinião de seus alunos. Para que a sala de aula virtual seja eficaz e gere alunos participativos, o corpo docente e as instituições precisarão identificar maneiras de coletar e analisar os dados das aulas.

O primeiro passo para expressar as opiniões dos alunos é deixá-los saber que sua opinião é importante e que eles são livres para expressá-la.

É importante que os alunos se sintam confortáveis ​​ao usar a tecnologia em salas de aula virtuais e que professores e alunos possam se comunicar entre si sem quaisquer dificuldades técnicas.

Os alunos participativos devem ter a oportunidade de expressar suas opiniões sobre os métodos de ensino dos professores e sugerir melhorias. Os alunos estarão mais abertos para ouvir suas opiniões e se sentirem ouvidos.

Embora a mudança repentina para o aprendizado remoto não tenha sido fácil, as técnicas de aprendizado colaborativo podem ser usadas para ajudar os alunos a se sentirem conectados e envolvidos, mesmo que eles sejam incapazes ou não queiram usar a tela do computador.

Estabeleça relações entre os conteúdos ensinados e a realidade dos alunos participativos

Estabeleça relações entre os conteúdos ensinados e a realidade dos alunos participativos

Os alunos se sentem mais motivados para aprender as matérias que lhes interessam, estabelecendo relações entre o conteúdo e sua realidade. Portanto, é crucial que os professores sejam capazes de usar tópicos e situações atuais em sala de aula. Isso torna o conteúdo mais acessível e pode ser aplicado no dia a dia dos alunos.

O que você achou desse post? Deixe um comentário aqui compartilhando suas experiências ou dúvidas, irei adorar lhe responder! Boa sorte e até mais!

Agora é com você! Aproveite para conferir os cursos técnicos EAD do CPET.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco:

📱 Envie um WhatsApp ► https://bit.ly/contatoCPET ou (11) 9 6056-8891

Siga o CPET nas redes sociais:

Curta nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/tecnicoscpet
Siga nosso perfil no Instagram: https://instagram.com/cpet_cursos
Acesse nosso Twitter: https://twitter.com/CpetCursos
24 de julho de 2021
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa