fbpx

4 Diferenciais do curso técnico em edificações

Um técnico em edificações é ao mesmo tempo criativo e capaz de executar enquanto realiza pesquisas e contribui com novas ideias para construção e renovação.

Além disso, um técnico em edificações terá ferramentas tanto em suas mãos quanto em sua mente. E, um profissional técnico em edificações pode ajudar os clientes a desenvolver novas ideias. Ele também é um profissional que opera dentro do âmbito da engenharia civil.

E, para ajudar a atender a um mercado de trabalho que está se tornando cada vez mais competitivo, um estudante deve entra em carga horária de 1675 horas em um curso técnico em edificações como o do CPET.

Então, se você quer saber mais dos diferenciais do curso técnico em edificações, continue a leitura!

Como se forma um técnico em edificações?

Quando se trata do curso técnico em edificações, o primeiro passo é sempre a inscrição. Aliás, ter uma graduação nesse curso não é uma exigência, mas isso não significa que o curso seja simples.

Por exemplo, o futuro técnico de construção aprenderá como desenhar, sistemas de estruturas e a condução adequada do canteiro de obras para poder trabalhar em todos os processos de um canteiro de obras.

Os técnicos em treinamento cursarão aulas por dois anos, mas devem primeiro trabalhar em escritórios após terminarem seus estudos, pois a prática complementa a teoria.

Além disso, é impossível exercer a profissão sem uma licença CREA estatal, ou seja, uma licença no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, que se obtém após a conclusão do programa de treinamento.

As vantagens do curso técnico em edificações EAD

É essencial aprender técnicas do mercado de trabalho

Os cursos técnicos à distância dão aos estudantes características que os farão se destacar quando forem escolhidos para preencher uma vaga no mercado de trabalho.

Aqueles que se matriculam em aulas como esta muitas vezes têm atributos como organização, responsabilidade, disciplina, determinação e proatividade, e estas características serão evidentes quando você procura um emprego.

Acessar facilmente o conteúdo

Os alunos podem obter informações sobre as aulas sempre que quiserem na plataforma de aprendizagem virtual da escola.

Isto também significa que você pode não apenas visualizar e rever suas aulas quantas vezes desejar, mas também ter acesso à biblioteca virtual da escola, para que você tenha contato direto com o material mais atualizado sobre o assunto.

Recursos que são práticos e interativos

As instituições educacionais normalmente incluem jogos e conteúdo interativo em suas aulas técnicas para garantir que os alunos tenham mais contato com o que estão aprendendo.

No entanto, você deve estar ciente de que muitas escolas têm seus alunos realizando algumas atividades práticas no centro algumas vezes.

Economia

Como em um curso de graduação ou pós-graduação da EAD, o ensino à distância pode trazer grandes economias. Os cursos à distância são frequentemente menos caros do que as aulas presenciais.

Além disso, o estudante tem a vantagem adicional de economizar dinheiro em transporte, alimentação e materiais de estudo.

Grade curricular

Os estudantes que escolherem o curso técnico em edificações se beneficiarão de um currículo abrangente que seja prático e orientado para treiná-los para realizar uma grande variedade de tarefas quando se formarem.

As seguintes matérias são ensinadas em quatro módulos de ensino:

  • Matemática aplicada;
  • Desenho técnico;
  • Técnicas de Construção Civil (I, II e III);
  • Computação Gráfica;
  • Materiais de Construção (I e II);
  • Resistência dos Materiais;
  • Topografia (I e II);
  • Gestão de Qualidade na Construção Civil;
  • Fundações.

Cada um desses assuntos visa ajudar este futuro profissional a adquirir uma compreensão completa dos projetos de construção civil nos quais eles terão que trabalhar.

De acordo com as informações contidas no material do curso, os instrutores transmitem todo o escopo de conhecimento para que os alunos possam aplicar a teoria em seus trabalhos práticos em sala de aula.

E, normalmente há quatro módulos estão distribuídos em uma carga horária de 1.200 horas de curso, ocorrendo ao longo de um período de 24 meses.

A carreira do técnico em edificações

Ele pode tratar de projetos tanto em áreas comerciais como residenciais, bem como em pequenas, médias e grandes empresas.

Além de executar inúmeras tarefas, eles realizam pesquisas em vários locais, montam canteiros de obras, organizam e acompanham o processo de licenciamento, e tratam de outros assuntos relevantes.

E, muito mais de alterar estruturas, organizar galerias e moldar dutos, tenho o privilégio de pesquisar dados de campo, ajudar a compilar planos arquitetônicos e colaborar em projetos de projeto.

As outras profissões para técnicos de construção incluem o trabalho na indústria de materiais de construção e em escritórios de arquitetura. Ao mesmo tempo, gerenciando os instrumentos e traduzindo projetos.

Técnico em edificações vs. engenheiro civil

Técnico em edificações vs. engenheiro civil

É importante ressaltar que estas duas funções operam juntas e nunca estão em oposição uma à outra.

Embora as duas possam trabalhar juntas, o engenheiro civil se concentra no planejamento de todo o projeto, mas o técnico de construção pode ajudar e até mesmo realizar algum planejamento, embora não possa assinar um projeto e seus poderes sejam limitados.

Piso salarial

Não é necessário que os técnicos do nível médio recebam um salário mínimo regulamentado. Entretanto, o Projeto de Lei 2.861/2008, elaborado pelo Senador Álvaro Dias (PODE/PR), recomenda alterar a Lei 4.950-A, aprovada em 22 de abril de 1966, e que se aplica a vários profissionais que trabalham na área.

O projeto visa elevar o piso salarial mínimo para os graduados a técnicos de nível médio, e incluirá engenheiros, arquitetos e agrônomos que estão inscritos nos conselhos regionais.

Entretanto, existem acordos categóricos que esboçam o teto salarial para este tipo de profissional. Pesquisas do setor de emprego mostram que os trabalhadores de nível técnico recebem um salário inicial de R$ 2.085,57.

O salário médio dos técnicos de edificações conforme a Catho é de R$ 2.480,01. O Sine (Agência Nacional de Empregos) informa que os salários para esta ocupação variam de R$ 1.584,63 a R$ 3.990,98, dependendo do tamanho da empresa e se são estagiários ou mestres.

Legislação pertinente

As resoluções Confea 262/1979 e 278/1983, bem como o Decreto Federal 90.922/1985 fornecem informações sobre as credenciais profissionais dos técnicos de construção.

Bem como o Decreto 90.922/1985, estabeleceu que nas especialidades de construção e engenharia civil, os técnicos do ensino médio poderiam trabalhar em projetos de construção de até 80 metros quadrados, mas somente se não envolvessem concreto armado ou estruturas metálicas, e poderiam fazer obras de renovação sem serem proibidos de elaborar planos.

Agora cabe a você decidir! Tire um momento para dar uma olhada nos cursos técnicos EAD do CPET.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco:

📱 Envie um WhatsApp ► //bit.ly/contatoCPET ou (11) 9 6056-8891

Siga o CPET nas redes sociais:

Curta nossa página no Facebook: //www.facebook.com/tecnicoscpet
Siga nosso perfil no Instagram: //instagram.com/cpet_cursos
Acesse nosso Twitter: //twitter.com/CpetCursos
18 de outubro de 2021
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa