fbpx

Por que fazer o curso técnico em Segurança do Trabalho

O profissional que atua como Técnico em Segurança do Trabalho trabalha elaborando, orientando e inspecionando as tarefas  que estão relacionadas com a prevenção e  segurança  do trabalho e dos trabalhadores. De uma forma resumida, esta pessoa faz investigações e analisa as possíveis causas dos acidentes nas tentativas de eliminar todos os riscos.

Preocupando-se com  às condições de segurança nos ambientes profissionais, esta profissão está em alta e é super  valorizada no mercado de trabalho.

Esta é uma ótima função e de extrema importância para as organizações, não importa qual seja a área de atuação ou porte. As empresas que possuem  obras em andamento, por exemplo, poderão ser obrigadas de forma legal a contratar um técnico em segurança do trabalho.

O que esse profissional faz?

O técnico em segurança do trabalho é responsável por executar as seguintes atividades:

  • Trabalhar e analisar  as melhores maneiras para realizar todos os  processos, mitigando todos os riscos de acidentes e claro não  prejudicar a produtividade dos setores;
  • Gerir todos os conflitos nas áreas e ser comunicativo de forma correta obedecendo  as políticas de segurança do trabalho;
  • Monitorar e fiscalizar as aplicações corretamente das normas.

Este profissional poderá atuar tanto em indústrias em construções civis, em bancos, hospitais e comércios.

O que é necessário  para  tornar-se um técnico em segurança do trabalho?

Para ser um profissional, são solicitados:

  • Ensino Médio completo;
  • Possuir um curso técnico em especialização de Segurança do Trabalho.

Nos dias de hoje, algumas das faculdades oferecem o curso de Tecnólogo em Segurança do Trabalho.

Quem deseja crescer profissionalmente e encontrar empregos com salários melhores é necessário  investir em um bom curso técnico, por isso matricule-se no CPET. Para encontrar oportunidades, o curso técnico em Segurança do trabalho poderá ser uma ótima ideia.

Quais são as habilidades que este profissional precisa ter?

Dentre as habilidades requeridas para a função, estão:

  • ética;
  • capacidade de administrar conflitos;
  • boa observação técnica;
  • proatividade;
  • bom relacionamento interpessoal;
  • excelente comunicação;
  • atenção aos detalhes;
  • alta capacidade de concentração.

Qualquer erro mesmo que seja pequeno e passe por desapercebido poderá gerar acidentes graves, e isto irá comprometer não apenas a obra, mas vai afetar de forma séria a saúde dos trabalhadores e podem provocar acidentes  fatais. Pois um deslize pequeno poderá custar a vida e comprometer de forma séria a imagem das empresas.

O técnico possui uma responsabilidade na segurança do trabalho e deve assumir cuidando e zelando pelas tarefas estas são as características bastante fundamentais que exercem as funções.

Quanto é o salário desses profissionais?

esta profissão está em alta no mercado e está sendo bastante requisitada pelas instituições empresariais e isto em portes diferentes e atuações . Se antes disto ela não era valorizada, nos dias de hoje vários profissionais  concluem as formações dos contratados.

Os pisos salariais são bem definidos pelos sindicatos da categoria e eles variam conforme o setor e  estado das atuações. No estado de São Paulo, por exemplo, o salário-mínimo de um profissional setor de engenharia consultiva fica em torno de R$3.239,00; nas clinicas e  hospitais  particulares, as remunerações geram em  torno de R$2.917,00.

Em alguns estados o piso básico é de R$1.636,00,  já em outros chegam a R$2.385,00. Os salários de um profissional em técnico de segurança do trabalho podem chegar aos R$6.000,00.

Por que contratar um técnico em segurança do trabalho?

As prevenções em acidentes representam  cuidados  maiores capitalísticos das organizações: os trabalhadores. Esta atitude evita também evita que imagem da instituição empresarial seja prejudicada e os possíveis prejuízos que são causados pelas indenizações e todos os processos trabalhistas na decorrência das lesões do trabalho.

Veja agora um exemplo de Templates para descrição de uma vaga

Estamos à procura por um Técnico em segurança do trabalho que possa elaborar processos e protocolos que mitiguem e evite os riscos de acidentes durante as atividades dos demais colaboradores da companhia.

RESPONSABILIDADES

  • avaliar o ambiente profissional, visando a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais;
  • proteger a integridade física e a saúde do trabalhador;
  • analisar o espaço e recomendar as medidas cabíveis de prevenção de acidentes, adaptadas para cada atividade e setor da empresa;
  • realizar ações educativas;
  • orientar sobre o uso do EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e EPCs (Equipamentos de Proteção Coletiva);
  • investigar os acidentes ocorridos;
  • registrar irregularidades;
  • instruir sobre normas de combate a incêndios;
  • coordenar a publicação de matérias sobre segurança no trabalho;
  • realizar levantamento de dados;
  • participar de reuniões sobre segurança no ambiente laboral.

REQUISITOS

  • Ensino Médio completo;
  • Curso técnico de especialização em Segurança do Trabalho.
  • Conhecimento das normas e padrões legais;
  • Conhecimento da estrutura e funcionamento de setores operacionais.

O curso técnico em Segurança do Trabalho é um dos mais procurados atualmente, especialmente porque se trata de uma área bastante requisitado no setor industrial.

Afinal, o profissional desse segmento trabalha em locais onde existem riscos ocupacionais. Logo, por se tratar de um setor que tem grandes responsabilidades, é preciso uma formação técnica na área.

No entanto, antes de fazer o curso é fundamental conhecer mais sobre ele, especialmente sobre o que se aprende durante a formação e como o mercado de trabalho está hoje para essa área.

Então, para sanar as dúvidas existentes, abaixo estão todas as informações referentes a área técnica de Segurança do Trabalho. Confira!

Conheça o curso técnico em Segurança do Trabalho

O curso de Segurança do Trabalho, especialmente o técnico e a distância, oferta uma entrada rápida no mercado de trabalho, sendo uma formação voltada para aqueles que concluíram o ensino médio ou estão em fase final do mesmo.

Isso porque, é um curso que tem como objetivo formar profissionais que conheçam as normas técnicas, os procedimentos de segurança e as questões que envolvem a saúde e higiene.

Apesar de ser uma formação rápida, tem uma alta empregabilidade e ainda oferta a oportunidade real de ganhar bons salários.

Por essa razão, é um curso ideal para aqueles que querem logo entrar no mercado de trabalho.

Inclusive, na modalidade EAD, por exemplo, é possível conciliar o estudo da formação técnica com as suas obrigações do dia a dia, independentemente de quais sejam elas.

Lembrando somente que após a formação é necessário fazer o pedido do cartão de registro profissional do técnico em segurança do trabalho, que é emitido pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) pela internet.

Logo, fazer o curso técnico de Segurança do Trabalho é realmente vantajoso em todos os sentidos.

Grade curricular do Curso técnico em Segurança do Trabalho

O curso tem uma carga horária de 1481 horas e na grade curricular você encontra as seguintes disciplinas:

  • Introdução a segurança do trabalho;
  • Introdução às normas de 01 a 12;
  • Introdução às normas de 13 a 24;
  • Introdução as normas de 25 a 36;
  • Estratégia profissional;
  • Interpretação de texto;
  • Introdução a libras;
  • Legislação aplicada à segurança do trabalho;
  • Introdução ao Power Point;
  • Introdução ao Autocad 2D;
  • Visita técnica em TST;
  • Saúde ocupacional;
  • Desenho técnico;
  • Segurança em eletricidade, dentre outros.

Por se tratar de uma área que tem seus riscos, é esperado ainda do profissional algumas habilidades importantes, como:

  • Capacidade de liderança;
  • Dinamismo;
  • Iniciativa;
  • Sociabilidade;
  • Comunicação;
  • Equilíbrio emocional.

O que faz um profissional formado no curso técnico em Segurança do Trabalho?

Ficou interessado no curso técnico em Segurança do Trabalho? Então, é importante ainda compreender o que esse profissional faz, assim você vai ter uma ideia do que lhe espera no mercado de trabalho.

Normalmente, esse é um profissional que trabalha juntamente com o engenheiro em segurança do trabalho, sendo responsável por fazer a aplicação de medidas que visam garantir a segurança e o conforto dos funcionários de uma determinada empresa e que desempenha atividades consideradas de riscos.

Então, dentre as atividades de responsabilidade desse técnico estão:

  • Promover tarefas recreativas que visam a conscientização dos funcionários acerca da segurança do ambiente de no trabalho;
  • Fiscalizar a utilização de EPIS (equipamentos de proteção individual) dentro da empresa;
  • Identificar, de maneira preventiva, todos os riscos de trabalho que estão presentes dentro da empresa;
  • Sinalizar as zonas de perigos;
  • Educar os colaboradores quanto a utilização correta dos EPIS.

Sendo assim, fica evidente que esse é um profissional muito importante, pois tem relação com a segurança como um todo.

Logo, é natural que haja uma alta procura por esse perfil, mas para isso é preciso ter formação técnica, que é a forma mais fácil de trabalhar nessa área hoje.

Como é o mercado de trabalho para os formados em Curso técnico em Segurança do Trabalho?

Como já dito anteriormente, o mercado de trabalho para essa área é muito bom, pois ao se analisar a quantidade de possíveis atividades ocupacionais que estão relacionadas com algum tipo de risco, é possível perceber inúmeras.

Dessa maneira, seja qual for o ramo industrial, se existem serviços sendo feitos dentro de um local de trabalho e que tenham riscos físicos, biológicos ou químicos, é preciso a contratação de um técnico em segurança do trabalho.

Aliás, esse profissional pode atuar em:

  • Fábricas de carros;
  • Serralherias;
  • Siderúrgicas;
  • Empresas de usinagem;
  • Empresas do setor metalúrgico em geral;
  • Frigoríficos e indústrias de alimentos.

Com relação a remuneração, o salário do técnico é bastante atrativo, tendo uma média inicial de R$ 1.774,00, podendo chegar até R$ 6.000,00 por mês a depender da experiência, claro.

Curso técnico em Segurança do Trabalho: Onde estudar?

Faça o curso técnico em Segurança do Trabalho no CEPT (Profissionalização e Educação Técnica), que é uma instituição reconhecida pelo MEC e que preza pelo ensino democrático e 100% online.

Por conta disso, a instituição utilize uma plataforma de educação a distância excelente, onde permite que as informações sejam repassadas de forma clara e objetiva.

Se deseja estuda existe o CPET. faça agora mesmo sua matrícula em uma área de constante crescimento, realize seu sonho de ser um profissional em Segurança do trabalho.

📱 Envie um WhatsApp ► //bit.ly/contatoCPET ou (11) 9 6056-8891

Siga o CPET nas redes sociais:

Curta nossa página no Facebook: //www.facebook.com/tecnicoscpet
Siga nosso perfil no Instagram: //instagram.com/cpet_cursos
Acesse nosso Twitter: //twitter.com/CpetCursos
12 de abril de 2021
PROPRIEDADE E COPYRIGHTS CPET - CENTRO DE PROFISSIONALIZAÇÃO E EDUCAÇÃO TÉCNICA - Desenvolvido por Márcio Barbosa